Lancha Poveira

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Lancha Poveira

Conferência "Reencontro com o Mar" - intervenções

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

A comemoração do Dia Nacional do Mar, a 16 de Novembro, é promovida a nível nacional pela Sociedade de Geografia de Lisboa, tendo a colaboração do Município da Póvoa de Varzim para assinalar esta efeméride.

Neste dia realizou-se uma conferência intitulada “Reencontro com o Mar” pelo Comandante Luís Adriano de Lemos Cesariny Calafate, pelas 21h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

 

 

Descarregue aqui as intervenções

NA ABERTURA DA CONFERÊNCIA “REENCONTRO COM O MAR” (ver +)
por José Macedo Vieira
Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim

REENCONTRO COM O MAR (ver +)
Luís Adriano de Lemos Cesariny Calafate
Capitão da Marinha Mercante e Licenciado em Gestão e Tecnologias Marítimas

 

Dia Nacional do Mar 2012 - actividades

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Clique nas imagens para ver mais.

 

Projecção do filme Ala-Arriba

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

No dia 16 de Novembro, Dia Nacional do Mar, a partir das 14h30, os utentes do Centro de Dia da Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Varzim irão visionar o filme "Ala-Arriba" de Leitão de Barros, na Biblioteca Municipal.

A entrada é livre.

Sobre “Ala-Arriba”
É um filme português de longa-metragem de José Leitão de Barros.

Entre a ficção e o documentário - acentuadamente ficcionado –, desenrola-se o romance de um pescador da Póvoa de Varzim, um sardinheiro, com uma jovem que ele ama. A história é marcada pelas diferenças sociais e pelo drama da falta de pescado. O filme ilustra os costumes locais e o mar é protagonista.

Leitão de Barros deu a conhecer ao país na década de 1940 a comunidade piscatória da Póvoa de Varzim, com seus hábitos culturais muito próprios e antigos. É visto como um documento importante para a história da cidade da Póvoa de Varzim.

“Ala-Arriba!” é uma expressão poveira que significa "força (para cima)", usada quando a comunidade, à força de braços, encalhava os barcos na praia. A acompanhar o filme nas salas de cinema, por altura da sua estreia, era exibido o documentário Póvoa de Varzim. Ala- Arriba foi o primeiro filme português a obter um prémio internacional, a Taça Biennale do Festival de Veneza de 1942, dada a sua força dramática e plástica, num estilo inspirado por Rino Lupo.

O argumento é do prestigiado dramaturgo Alfredo Cortez, baseando-se o autor na obra "O Poveiro" de António dos Santos Graça para escrever o guião. É um retrato fiel de uma comunidade, interpretado não por actores profissionais mas por verdadeiros pescadores, que falam mantendo o seu característico sotaque, mostrando genuínas vivências, o sofrimento das gentes de uma Póvoa de Varzim, unidos em forte comunidade, mas comunidade fechada, desunida, dividida em diferentes castas sociais. A história centra-se à volta de uma história de amor entre uma rapariga lanchã e um sardinheiro. Tem uma dimensão trágica a vida das gentes da Póvoa, como as da Nazaré, são inconfundíveis as suas tradições.

O filme, pelos apoios financeiros que teve, é uma obra de regime, em pleno Estado Novo. Foi financiado pelo Secretariado da Propaganda Nacional (SPN), pelo Comissariado do Desemprego e pelo Ministério das Obras Públicas.

Filme disponível na secção de audiovisuais da Biblioteca Municipal Rocha Peixoto.

 

Dia Nacional do Mar - Sociedade de Geografia de Lisboa

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

O Presidente da Sociedade de Geografia de Lisboa tem a honra de convidar V. Ex.ª e sua Ex.ma Família para participarem na jornada comemorativa do Dia Nacional do Mar sob o tema “O Oceano: Literacia e Cidadania”, organizada pela Secção de Geografia dos Oceanos, a realizar na sua sede em 16 de novembro de 2012, segundo o programa a seguir indicado.

 

Conferência "Reencontro com o Mar" - informação

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

A comemoração do Dia Nacional do Mar, a 16 de Novembro, é promovida a nível nacional pela Sociedade de Geografia de Lisboa, tendo a colaboração do Município da Póvoa de Varzim para assinalar esta efeméride.

Em 2 de Setembro de 2011, no II Encontro da Rede Nacional de Cultura do Mar realizado na Biblioteca Municipal Rocha Peixoto foi decidido atribuir ao Município da Póvoa de Varzim, a presidência da Rede, nestes dois anos, tendo-se alterado a designação para Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, de forma a englobar o seu caracter plural.

No âmbito do Dia Nacional do Mar, a nivel local, serão promovidas várias iniciativas, reforçando a ligação passada, presente e futura de Portugal ao Mar.

Integrado nesta efeméride, no dia 16 de Novembro será realizada uma conferência intitulada “Reencontro com o Mar” pelo Comandante Luís Adriano de Lemos Cesariny Calafate, pelas 21h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Dados Pessoais
LUIS ADRIANO DE LEMOS CESARINY CALAFATE, Capitão da Marinha Mercante, nascido a 31 de Janeiro de 1950, residente na PÓVOA DE VARZIM.

Formação Académica 

  • Frequência do Curso de Engenharia Civil da Faculdade de Engenharia do Porto.
  • Curso Geral de Pilotagem da E.N.I.D.H. (Escola Superior Náutica Infante D. Henrique) e Curso Complementar de Pilotagem da E.N.I.D.H. (LICENCIATURA).
  • LICENCIATURA em GESTÃO E TECNOLOGIAS MARÍTIMAS na ENIDH.
  • Pós-Graduação na Universidade de Hull – Inglaterra em “Fisheries Technology, Processing Marketing and Management” com a duração de um ano.

Formação Profissional

  • Certificado de Competência como Comandante de navios, sem restrições, de acordo com a Convenção Internacional STCW-78/95, passado pelo Governo da República Portuguesa.
  • Diploma do Curso Especial de Operador MRCC/VTS, tirado no Centro Jovellanos, em GIJÓN – Espanha.
  • Certificado do curso de Cuidados de Saúde para Responsáveis pelos Cuidados Médicos a Bordo, tirado na ENIDH – Lisboa.
  • Certificado de Qualificação para o Controlo das Operações de Combate a Incêndios da ENIDH.
  • Certificado de Qualificação para Condução de Embarcações de Salvamento da ENIDH.
  • Certificado do Curso A.R.P.A. (Automatic Radar Plotting Aids) em Simulador, tirado no Humberside College of Higher Education, em Hull – England.
  • Certificado do Curso de Operador Geral no G.M.D.S.S., tirado no Instituto Politécnico Marítimo Pesquero del Atlántico de Vigo – Espanha.
  • Certificado do Curso de Sobrevivência no Mar, tirado no Humberside College of Higher Education, em Grimsby – England.
  • Certificado de Aptidão Profissional, comprovativo das competências pedagógicas para exercer a profissão de FORMADOR, passado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional.
  • Etc.

Actividade Profissional

  • Oficial Piloto da Marinha Mercante.
  • Comandante da Marinha Mercante.
  • Director-Geral da Escola de Pesca e da Marinha de Comércio.
  • Técnico Superior de Formação.
  • Presidente de Júri de Exames de profissionais do mar e da Náutica de Recreio.

Experiência Profissional

  • Carta de Oficial da Marinha Mercante com averbamento das seguintes categorias: Piloto de 3ª Classe; Piloto de 2ª Classe; Piloto de 1ª Classe; Piloto Chefe; Capitão da Marinha Mercante.
  • Dez anos ao serviço da Companhia Nacional de Navegação, tripulando em várias funções e vários tipos de navios de comércio.
  • Embarques em navios de Comércio noutras companhias de navegação.
  • Campanha de pesca nos bancos da Terra Nova.
  • Vários embarques nos navios de Investigação Marítima, ao serviço do Instituto Nacional de investigação das Pescas.
  • Nos embarques anteriormente citados, exerci as funções de 3º Piloto; de 2º Piloto; de 1º Piloto; de Imediato; de Comandante.
  • Diploma do Embarque no N.T.M. “Creoula” como Director de Treino no período de 2 de Julho a 2 de Agosto de 1994. Integrou a concentração de veleiros “L’Armada de la Liberté en Rouen” e a regata “The Cutty Sark Tall Ships’Races 1994” homenageando os 600 anos do nascimento do Infante D. Henrique.
  • Membro da Comissão Coordenadora do Acordo Especial de Cooperação no domínio das Pescas, estabelecido com a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e outros, implicando reuniões e visitas quer em Portugal, quer no estrangeiro.
  • Vice-Presidente do grupo de trabalho “Formação Profissional - Pescas” do Comité de Diálogo Social da U.E. em Bruxelas.
  • Formador/Professor de várias disciplinas ligadas ao sector do mar: Em Angeiras, na Escola Sec. José Régio 10º e 11º anos, FORPESCAS de V. do Conde/P. de Varzim e FOR-MAR de Matosinhos.
  • Representante do Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos como Presidente do Júri em exames para Certificação de Competência de Comandantes da Marinha Mercante (STCW – 78/95), para todos os níveis de Operador Radiotelefonista das várias Marinhas e para todas as categorias da Marinha de Recreio, realizados ao longo do País.

Acções de Formação

  • Participação e frequência em Portugal e no estrangeiro de várias acções de formação Técnico-Profissional e Pedagógica.

Trabalhos/Palestras/Debates/Entrevistas realizadas em Portugal e no estrangeiro

  • Várias palestras, trabalhos, manuais técnicos, teses, relatórios, artigos de jornal e revista, rádio e TV.

 

Conferência "Reencontro com o Mar"

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

 

DIA NACIONAL DO MAR 2012 - Programa

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Dia Nacional do Mar
Programa

11h00 - O Mar é Património
Sessões educativas por Manuel Costa

14h30 - Projecção do filme "Ala-Arriba"
de Leitão de Barros
actividade sénior, na Biblioteca Municipal

15h30 - "A Menina do Mar" de Sophia de Mello Breyner Andresen
Hora do Conto, na Escola EB 2|3 Dr. Flávio Gonçalves

21h30 - Conferência "Reencontro com o Mar"
pelo Comandante Luís Adriano Calafate
No Salão Nobre dos Paços do Concelho

O Dia Nacional do Mar, institucionalizado pela resolução nº 83/98 do Conselho de Ministros é comemorado a 16 de Novembro. A nível nacional, esta efeméride é assinalada pela Sociedade de Geografia de Lisboa, associando-se o Município da Póvoa de Varzim, pela relevãncia da tradição do património marítimo local.

Em 2 de Setembro de 2011, no II Encontro da Rede Nacional de Cultura do Mar realizado na Biblioteca Municipal Rocha Peixoto foi decidido atribuir ao Município da Póvoa de Varzim, a presidência da Rede, nestes dois anos, tendo-se alterado a designação para Rede Nacional da Cultura dos Mares e dos Rios, de forma a englobar o seu caracter plural.

No âmbito do Dia Nacional do Mar, a nivel local, serão promovidas um conjunto de iniciativas, abrangendo vários eixos de programação, drigidos a diferentes públicos-alvo, no sentido de reforçar as raizes culturais marítimas, aproximando a ligação passada, presente e futura de Portugal ao Mar, no contexto do património marítimo poveiro.

De manhã, pelas 11h00, haverá sessões educativas nas Escolas EB 2/3 do Concelho "O Mar é Património", por Manuel Costa, sensibilizando as crianças e jovens para a salvaguarda da mémoria das embarcações tradicionais poveiras, do património naval, abordando as artes da construção naval, da navegação. Também a obra "A Menina do Mar" de Sophia de Mello Breyner Andresen será contada aos alunos da Escola EB 2/3 Dr. Flávio Gonçalves.

De tarde, na Biblioteca Municipal, pelas 14h30, os utentes do Centro de Dia, da Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Varzim poderão visionar o filme "Ala-Arriba" de Leitão de Barros.

À noite, pelas 21h30, para o público em geral, será realizada uma conferência intitulada “Reencontro com o Mar” pelo Comandante Luís Adriano de Lemos Cesariny Calafate, pelas 21h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

 

DIA NACIONAL DO MAR 2012

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

 

Os Braços da Lancha - António Vianez

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Os Braços da Lancha
por José Peixoto

"A Fé em Deus é o mais nobre embaixador e o mais belo estandarte que a Póvoa tem". Quem o diz é António Vianez que nasceu em Moçambique há 48 anos mas reside na Póvoa desde os seis anos de idade. Licenciado em Gestão de Empresas, António Vianez foi praticante de vela no Clube Naval Povoense e no Clube de Vela Atlântico, colectividades em que ganhou títulos e atingiu várias internacionalizações. Descendente de pescadores poveiros, mantém os dois cálices na sigla de família.

"Acompanhei de perto a construção da lancha poveira porque sempre nutri uma grande amizade e admiração pelos seus construtores: João Feiteira e o António Carpinteiro. Integrei a tripulação desde o bota-abaixo, uma cerimónia com muita gente a presenciar e a colaborar. Fomos ao mar com o saudoso mestre Antoninho ao leme da Lancha. O Ala Arriba foi na fabita como era antigamente. Para cumprir a tradição, uma virgem urinou para dar sorte e abençoar a lancha. Só não fui a Brest, de resto fiz todas as viagens até à Expo 98", recordou António Vianez.

A Voz da Póvoa (7 Novembro 2012), p. 15.

URL -> | PDF ->

 


Pág. 6 de 21

Pesquisar

cmpv.jpg
cartaz_20_anos.jpg
azulejo001.jpg

Em linha

Temos 16 visitantes em linha

Estatísticas

Membros : 35
Conteúdo : 287
Favoritos web : 49
Visualizações de conteúdos : 376529

Sindicância