Lancha Poveira

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Notícias gerais
Notícias

Engenho e Arte: a construção de moinhos em miniatura

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Visita Temática "Engenho e Arte: a construção de moinhos em miniatura", com artesão Rui Silva

Inserindo-se na programação do Maio Património e na celebração dos 30 Anos do Ecomuseu Municipal do Seixal, o Moinho de Maré de Corroios acolherá no próximo sábado, dia 19 de Maio, a partir das 14H00, a exposição de alguns trabalhos do artesão Rui Silva relacionados com o universo da moagem tradicional.

Rui Silva tem dedicado grande parte do seu tempo livre à construção de miniaturas à escala de equipamentos relacionados com as tecnologias tradicionais, entre os quais se destacam moinhos de diversas tipologias, lagares de vinho e de azeite, assim como oficinas diversas, contribuindo para a preservação de conhecimentos associados a atividades entretanto caídas em desuso.

Sendo participante frequente em exposições e em mostras de artes e ofícios em diversos pontos do País, apresentará o seu trabalho no próximo Sábado no Moinho de Maré de Corroios, animando a Visita Temática “Engenho e Arte: a construção de moinhos em miniatura”, que se iniciará às 15H00.

Convidamo-lo a juntar-se a nós nesta tarde!

Sobre a programação completa do Maio Património, é favor  consultar http://www2.cm-seixal.pt/pls/decomuseu/ecom_hpage.

 

 

Prémio Octávio Lixa Filgueiras

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Prémio Octávio Lixa Filgueiras
prémio de investigação em cultura do mar
Museu Marítimo de Ílhavo
Iª Edição – 2012

O “Prémio Octávio Lixa Filgueiras” é destinado a galardoar autores de dissertações académicas ou de trabalhos de investigação realizados no âmbito vasto da cultura marítima-fluvial, nomeadamente nas áreas de História Marítima, Antropologia Marítima, Patrimónios Marítimos e Museologia.

O Prémio Octávio Lixa Filgueiras, instituído pelo Museu Marítimo de Ílhavo/Câmara Municipal de Ílhavo, destina-se a promover investigação relevante na área das Ciências Sociais dedicada a temas de cultura do mar. Pretende-se com este prémio invocar e divulgar a obra um dos mais distintos investigadores portugueses de temas de cultura marítima, o Prof. Arquitecto Octávio Lixa Filgueiras.

Ao instituir o Prémio Octávio Lixa Filgueiras, o Museu Marítimo de Ílhavo, através da sua unidade de investigação, o CIEMar-Ílhavo, pretende consolidar-se como instituição museológica assente em dinâmicas de investigação aplicadas a um projecto cultural capaz de interessar diversas comunidades de público. Ao instituir o Prémio Octávio Lixa Filgueiras, o Museu Marítimo de Ílhavo e a Câmara Municipal de Ílhavo pretendem divulgar e valorizar o arquivo pessoal do distinto investigador, que o Museu acolheu em 2007 sob a forma de depósito e, de 2012 em diante, em regime de doação.

Candidaturas até 31 de maio
Entrega de trabalhos até 31 de agosto
Atribuição do prémio a 16 de novembro
Inscrições e informações: www.museumaritimo.cm-ilhavo.pt

 

 

I Encontro de Pescadores da Pesca do Bacalhau

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Os verdadeiros Heróis do Mar vão encontrar-se na Praia de Mira no próximo dia 26 de Maio de 2012
Num evento organizado pela Associação de Pesca Desportiva da Praia de Mira (e com os apoios e colaborações da Câmara Municipal de Mira e do CEMAR - Centro de Estudos do Mar) os verdadeiros heróis do mar do século XX português -- os Pescadores Portugueses da Pesca Longínqua do Bacalhau -- vão encontrar-se na Praia de Mira, no próximo dia 26 de Maio de 2012, no I Encontro de Pescadores da Pesca do Bacalhau, a nível nacional.
As inscrições podem ser feitas através dos números 914580995, ou 922220717, ou 231471670 (Associação de Pesca Desportiva).

 

 

Aprovado Projecto-Lei sobre apoio a preservação de embarcações tradicionais do Tejo

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

O Grupo Parlamentar do PCP apresentou na Assembleia da República o Projeto de Regime de exceção na atribuição de títulos de utilização de recursos hídricos a associações sem fins lucrativos.

Este projecto-lei, aprovado na generalidade, reconhece e valoriza o enorme contributo das associações e clubes náuticos sem fins lucrativos no desenvolvimento de uma intensa actividade na vertente desportiva e cultural, na preservação do património naval, sobretudo no que respeita às embarcações tradicionais do Tejo e Sado e na requalificação das frentes ribeirinhas.

Saber mais aqui ->

 

Conferência do Eng. Senos da Fonseca em Ovar - Exposição "Rialidades"

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

 

No âmbito da exposição "Rialidades: A Ria de Aveiro no Olhar de Rui Bela" - que foi inaugurada no Museu de Ovar (Rua Heliodoro Salgado, 11, 3880-232 Ovar) no dia 24 de Março de 2012 e que aí continuará patente ao público até ao dia 28 de Abril de 2012 -- vai agora ter lugar nesse mesmo Museu, no dia 14 de Abril de 2012, pelas 16.00 horas, uma palestra pelo Eng. Senos da Fonseca, investigador de arquitectura naval e etnografia marítima, especialista da temática lagunar e regional, sob o título "Embarcações Que Tiveram Berço na Laguna".

Esta iniciativa - uma exposição de fotografia da autoria de Rui Bela, da responsabilidade do Museu de Ovar e do próprio fotógrafo, complementada por duas palestras, visitas guiadas, e passeios em barco moliceiro tradicional à vela - tem o apoio local e regional de várias entidades, entre as quais se conta o CEMAR - Centro de Estudos do Mar (para além de outras, como o Porto de Aveiro, o jornal "O Ilhavense", a empresa OndaVídeo Audiovisuais, etc.).

 

 

Moliceiros - a memória da ria

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

A Âncora Editora, a Câmara Municipal de Ílhavo e a Associação dos Amigos do Museu Marítimo de Ílhavo (AMI) têm o prazer de a/o convidar para o lançamento do livro Moliceiros – A Memória da Ria (edição revista e actualizada) de Ana Maria Lopes, com fotografia de Paulo Godinho.

A obra será apresentada pelo arquitecto José António Paradela.

A sessão terá lugar no próximo dia 24 de Março, sábado, pelas 16:00 horas, no auditório do Museu Marítimo de Ílhavo Avenida Dr. Rocha Madahíl, Ílhavo.

 

Encontro de Embarcações Tradicionais

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

 

Encontro de Embarcações Tradicionais
1 de Junho de 2012 até 30 de Junho de 2012

A Associação de Ex-Marinheiros da Armada de Vila do Conde e a Comissão de Festas de S. João de Vila do Conde organizam habitualmente o Encontro de Embarcações Tradicionais de Vila do Conde que, por norma, ocorre durante o mês de Junho.

Fonte: Ver portugal | http://www.verportugal.net/
Ver mais ->

 

 

VRSA: ‘Guerra’ pela Zona Industrial Norte ainda não terminou

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Falta o protocolo entre o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos e a câmara para avançar a zona industrial norte, após “parecer favorável” ao parcelamento dos terrenos. IPTM aguarda mudanças por parte do Governo.

Em causa, estava o projeto de parcelamento dos terrenos, mas também as contrapartidas que o IPTM pretendia para os terrenos localizados entre o porto, a linha de caminho-de-ferro e a zona da Reserva Natural de Castro Marim, que abrangem cerca de 12 hectares.

O executivo liderado por Luís Gomes manifestou o seu “agrado” quanto à decisão do IPTM de emitir parecer favorável sobre o parcelamento, mas nem mesmo o autarca pode adiantar quando será formalizado o protocolo. A situação de ‘vazio’ existente no IPTM, que está em gestão corrente a aguardar mudanças por parte da tutela, pode vir a arrastar mais uma vez o processo.

Em declarações à Lusa Luís Gomes assume que, "infelizmente ainda ninguém percebeu como vai ser" (a mudança no IPTM) salientando também que "o Estado não pode é continuar a cercear as oportunidades de investimento" que surgem.

Recorde-se que em 2008 foram transferidas para as autarquias as competências do IPTM nas zonas portuárias algarvias que no caso de Vila Real de Santo António se estendem desde a zona da Docapesca a Norte (contígua à zona industrial), até à Ponta da Piedade, na foz do rio.

Fonte: Observatório do Algarve

Ver mais aqui ->

 

Dia Nacional do Mar - infografia sobre embarcações tradicionais

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button


A propósito do Dia do Mar, foi disponibilizada uma infografia sobre o tema.
Visite as embarcações tradicionais portuguesas (gráfico animado), aqui->

Portugal recupera barcos tradicionais

Infografia de Jaime Figueiredo e Olavo Cruz
Texto de J. F. Palma Ferreira

 

 

Conferência do Atlântico

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

Vai realizar-se nos dias 28 e 29 de Novembro de 2011, no Centro de Congressos de Lisboa, a “Lisbon Atlantic Conference”, Conferência do Atlântico, subordinada ao tema “Economia e Ciência Marítimas do Atlântico  para um Desenvolvimento Sustentável da Europa”. Trata-se de uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território através da Estrutura de Missão para os Assuntos do Mar (EMAM), e com o apoio da Comissão de Coordenação para o Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT), o Fórum Empresarial da Economia do Mar (FEEM) e a Associação Oceano XXI (Cluster do Conhecimento e da Economia do Mar).

No contexto da Estratégia Marítima Europeia para a Área do Oceano Atlântico, e sob o tema “Economia e Ciência Marítimas para um Desenvolvimento Sustentável da Europa”, a Conferência do Atlântico, em Lisboa, pretende gerar uma discussão pública envolvendo a governança dos Estados Membros, Regiões e o sector privado, incluindo os clusters da economia do mar.

Durante este acontecimento, a Estratégia Marítima Europeia para a Área do Oceano Atlântico será publicamente anunciada pela Comissão Europeia.

É ainda objectivo desta conferência gerar recomendações à Comissão Europeia tendo em vista a constituição do “Fórum do Atlântico”, previsto nessa estratégia, bem como contribuir para o fortalecimento da cooperação entre os Estados Membros Europeus e os Estados vizinhos do Atlântico, nos continentes Africano e Americano.

Mais informações em:
http://www.fem.pt/lac/Portugues/princ_pt.htm

 

Campanha Mundial para a Redução de Catástrofes 2010-2011

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
AddThis Social Bookmark Button

A Campanha Mundial para a Redução de Catástrofes 2010-2011 sob o tema “Tornar as cidades mais resilientes: A minha cidade está a ficar pronta” dirige-se aos presidentes de Câmara Municipal, aos Municípios e às autoridades nacionais para tomarem medidas que tornem as cidades resilientes no âmbito de uma urbanização sustentável.

Em 2010, o Dia Internacional para a Redução de Catástrofes ocorreu no quadro da supracitada Campanha Mundial, tendo o Secretário-Geral das Nações Unidas Ban Ki-moon dirigido uma mensagem, da qual se respiga a sua parte final: “A redução do risco de catástrofe é uma incumbência de todos e a todos é requerida participação e investimento – à sociedade civil, às redes de profissionais e bem assim aos municípios e aos governos.

Neste Dia Internacional para a Redução de Catástrofes, formulo um voto de reconhecimento às cidades que estão a intervir para construir resiliência aos riscos climáticos, ambientais e sociais. E a todas as outras, dirijo uma interrogação: Estão prontas?”

Até ao momento, desconhece-se o teor da mensagem que o Secretário-Geral das Nações Unidas Ban Ki-moon dirigirá por ocasião do Dia Internacional para a Redução de Catástrofes deste ano, pelo que na organização da nossa sessão comemorativa se optou por manter o tema da Campanha Mundial em curso.

Saber mais:

Convite | Brochura

 


Pág. 2 de 5

Pesquisar

cmpv.jpg
cartaz_20_anos.jpg
lancha007.jpg

Em linha

Temos 19 visitantes em linha

Estatísticas

Membros : 37
Conteúdo : 289
Favoritos web : 49
Visualizações de conteúdos : 543109

Sindicância