Implantação da República Portuguesa na Póvoa de Varzim

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Entrada Toponímia Topónimos republicanos Santos Graça, Avenida

Santos Graça, Avenida

Placa toponímica

Av. Santos Graça - nascente

AVENIDA SANTOS GRAÇA - Por proposta da Comissão Municipal de Toponímia, apresentada e aprovada em sessão camarária de 19 de Janeiro de 1966, foi decidido que «À Avenida que da Praça de Luís de Camões se vai abrir em direcção à Avenida dos Banhos seja dado o nome de Avenida de Santos Graça», homenageando-se assim este ilustre etnógrafo poveiro.
Esta ampla e espaçosa Avenida, com duas faixas de rodagem, foi aberta depois de 1966 e já se encontra em adiantado estado de urbanização, com boas e modernas moradias.
A necessidade da abertura desta via pública já era reconhecida no século passado, pois em sessão camarária de 19 de Fevereiro de 1894, sendo então Presidente o Dr. João Pedro de Sousa Campos, foi apresentado um «Projecto do prolongamento da rua do Norte e d’uma rua que ligue a Estrada Districtal nº 7 [actual Estrada Nacional nº 13, do Porto a Valença] com a rua do Ramalhão e a praia entre o penedo do Cõe e a Gaivoteira». Foi dada aprovação a esta obra, «para se realizar em occasião opportuna» só surgiu mais de setenta anos depois!

António dos Santos Graça nasceu na Póvoa de Varzim, às 8 horas da noite do dia 16 de Janeiro de 1882 (e não em 15 de Janeiro de 1880, como indica a Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira), na rua do Carvalhido (actualmente de Elias Garcia) e faleceu as 14.00 horas de 7 de Setembro de 1956, na sua residência, no nº 5 da rua da Junqueira.


[…] Num breve escorço, vamos sintetizar, cronologicamente, os principais dados bio-bibliográficos de Santos Graça.

 

 

  • Vereador Municipal, depois da implantação da República.
  • Administrador do Concelho, por Despacho do «Diário do Governo» de 6 de Julho de 1911 e exonerado, a seu pedido, por Despacho do D. G. de 24 de Fevereiro de 1915. Novamente Administrador, por Despacho do D. G. de Junho de 1915 e exonerado, a seu pedido, por Despacho do D. G. de 5 de Maio de 1916.
  • Chefe da Secretaria da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, nomeado em sessão camarária de 8 de Outubro de 1917, tendo sido declarada sem efeito essa nomeação, em 14 de Dezembro de 1917. Só em sessão camarária de 20 de Fevereiro de 1919 é que se verificou a nomeação definitiva. Aposentou-se em Fevereiro de 1939.
  • Deputado eleito pela maioria do Círculo Eleitoral de Santo Tirso (ao qual pertencia a Póvoa de Varzim), suspendendo, por esse motivo, as suas funções de Chefe da Secretaria da Câmara da Póvoa de Varzim, até Junho de 1920.
  • Eleito para a Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia, em Assembleia Geral de 25 de Julho de 1920, tendo sido escolhido para
  • Provedor, em 14 de Agosto de 1920, cargo que desempenhou até ao final do ano de 1928.
  • Senador pelo Distrito do Porto, em 1925.
  • Jornalista e etnógrafo distinto.”

BARBOSA, Jorge - Toponímia da Póvoa de Varzim: IV. Póvoa de Varzim: Câmara Municipal, 1980, p. 204-209.

Ver localização

 

Pesquisar

cnccr_logo.jpg

Sabia que...

a Sede do Centro Republicano era na
 

Em linha

Temos 3 visitantes em linha